Novas tecnologias e sensoriamento remoto: aplicação de uma oficina didática para a disseminação das potencialidades dos produtos e ferramentas do mapbiomas

Diego Pereira Costa, Jonathas Jesus dos Santos, Joselisa Maria Chaves, Washington de Jesus Sant’anna da Franca, Rodrigo Nogueira de Vasconcelos

Abstract


Em função da constatação da crise ambiental vivenciada nas escalas globais, regionais e locais, decorrentes da exploração intensa do patrimônio ambiental, torna-se relevante detectar as mudanças de uso da terra e da cobertura vegetal, a fim de identificar os níveis de degradação ambiental ao longo do tempo. Nesse contexto, surge o projeto Mapbiomas Brasil que propõe metodologias inovadoras para o monitoramento de séries temporais do uso e cobertura das terras dos biomas brasileiros. Nessa perspectiva, foi levantada a seguinte questão: as técnicas e os produtos do Mapbiomas podem ser utilizados como suporte em outros projetos voltados para o campo do sensoriamento remoto?   Assim, este trabalho objetivou relatar as experiências da aplicação de uma oficina didática que tratou sobre as potencialidades dos produtos e das ferramentas do Projeto Mapbiomas em uma turma do Programa de Pós-graduação em Modelagem em Ciências da Terra e do Ambiente, da Universidade Estadual de Feira de Santana. Para que os resultados fossem alcançados, foram propostas atividades a serem desenvolvidas por uma turma de pós-graduação composta por 15 alunos. Os procedimentos metodológicos consistiram em três etapas: o diagnóstico dos conhecimentos prévios, a aplicação da oficina e, por fim a avaliação de seus resultados. Com o levantamento dos conhecimentos prévios, percebeu-se que todos os discentes possuíam noções teóricas a respeito do Sensoriamento Remoto. Entretanto, uma pequena parte, 18% apresentou dificuldades ao relatar o conceito e a importância do monitoramento do uso e cobertura da terra. Cerca de 54% dos entrevistados já trabalharam com imagens de satélite, utilizando softwares popularmente conhecidos no campo do Sensoriamento Remoto e das Geotecnologias. Quando questionados sobre o método Mapbiomas, 54% dos discentes relataram que conheciam o projeto, mas poucos realmente sabiam os seus objetivos.  Já quando questionados sobre o Google Earth Engine, 72% dos entrevistados afirmaram não conhecer a plataforma ou nunca ter trabalhado com ela. A oficina foi aplicada logo depois, relatando os objetivos, metodologias e aplicações dos produtos do Mapbiomas e do Google Earth Engine para o monitoramento do uso e cobertura da terra na escala nacional, estadual e municipal do Brasil.  Por fim, foi realizada a avaliação dos resultados, os relatos demonstraram todos os discentes avaliaram de forma positiva a oficina e, que 80% da turma, identificou potencialidades nas ferramentas e nos produtos para a utilização em suas pesquisas voltadas ao Sensoriamento Remoto e suas aplicações. Também se verificou uma necessidade de uma maior difusão e ensino sobre essas novas ferramentas no meio acadêmico, que podem colaborar em projetos de pesquisa do campo do Sensoriamento Remoto e ajudar a compreender a dinâmica espaço-temporal.

 

Palavras-Chave: uso e cobertura da Terra, geotecnologias, processamento em nuvem, biomas;

 




DOI: http://dx.doi.org/10.7770/safer-V0N0-art1402

Refbacks

  • There are currently no refbacks.