Desigualdad de género y Covid-19: los reflejos de la pandemia en la vida de las mujeres

Contenido principal del artículo

Resumen

 O objetivo do presente trabalho é, a partir de revisão bibliográfica somada à análise de dados, identificar em que medida a pandemia de COVID-19 agravou a desigualdade de gênero vivenciada pelas mulheres. Para tanto foram analisados os conceitos de gênero e desigualdade de gênero, bem como os impactos por ela experimentados em decorrência da decretação de medidas para o combate à pandemia causada pelo coronavírus, especialmente o isolamento social imposto pela quarentena. Dentre as inúmeras consequências possíveis, concentrou-se a pesquisa em analisar os impactos vivenciados no ambiente doméstico e familiar, o que permitiu perceber que a pandemia de COVID-19 implicou um aumento das atividades delegadas às mulheres em razão da desigualdade de gênero, bem como elevou os índices de violência doméstica

Detalles del artículo



Luíza Souto Souto Nogueira
Mariana Orsini Simonetti Di Gregorio
Biografía del autor/a

Luíza Souto Souto Nogueira, Universidade de São Paulo

Doutoranda em Direito Civil pela Universidade de São Paulo - USP. Possui mestrado em Direito Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2016), especialização em Interesses Difusos e Coletivos pela Escola Superior do Ministério Público de São Paulo (2019) e graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012). Atualmente é Assistente Jurídico no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Civil.

Mariana Orsini Simonetti Di Gregorio

Pós graduação em Direitos Difusos e Coletivos pela Escola Superior do Ministério Público de São Paulo no 12º Curso de Interesses Difusos e Coletivos (biênio 2018/2019). Graduação em Direito pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (2013/2017). Advogada nas áreas Cível, Direito Público, Imobiliário, Família e Sucessões, Consumidor e Meio Ambiente. Experiência como estagiária no período de 2014 a 2017 nas áreas Cível, Empresarial, Contratos, Meio Ambiente, Infância e Juventude, Eleitoral, Consumidor e Tributário. Experiência pública no período de março/2016 a novembro/2017 como estagiária de Direito no Ministério Público do Estado de São Paulo. 

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.